prêmio-e

o projeto

O prêmio-e surgiu a partir de uma parceria entre o Instituto-E, UNESCO e Prefeitura do Rio de Janeiro com o objetivo de reconhecer as iniciativas mais representativas para a promoção do desenvolvimento socioambiental empreendidas e baseadas nos princípios da Rio 92. Estas ações realizadas nos últimos 20 anos foram classificadas de acordo com os seis e’s do Instituto: Earth (Terra), Environment (Meio Ambiente), Energy (Energia), Education (Educação), Empowerment (Empoderamento) e Economics (Economia). E mais duas categorias especiais, os E-Brigaders nacional e internacional.

A sua primeira edição aconteceu no dia 16 de junho de 2012 e fez parte do calendário oficial da Rio+20. O evento prestigiou as ações que mais contribuíram para o desenvolvimento sustentável desde a ECO-92.

A definição do premiado na categoria empowerment foi feita por votação popular em hotsite criado para o Prêmio-E. O evento aconteceu dentro do Projeto Humanidade no Forte de Copacabana e contou com a participação de personalidades ilustres para a entrega dos prêmios e com a presença de 500 indivíduos engajados com a causa do desenvolvimento com sustentabilidade.

 

  • earth
  • environment
  • energy
  • education
  • empowerment
  • economics

premiados | entregadores

- Environment - Sylvia Earle (oceonógrafa e fundadora da Deep Search Foundation) | Gretchen Kalonji (diretora UNESCO);

- Energy - Corrado Clini (Ministro do Meio Ambiente da Itália) | Gilberto Carvalho (ministro-chefe da Secretária-Geral da Presidência);

- Earth - Russell Mittermeier (presidente da Conservation Internacional) | Sérgio Besserman (economista e ambientalista);

- Education - Instituto Terra (Sebastião Salgado e Lélia Wanick Salgado) | Eduardo Paes (prefeito do Rio de Janeiro);

- Economics - Reciclanip (Eugênio Deliberato) | Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira (diretor da Firjan);

- indicado Empowerment - ACAMJG (Tião Santos);

- vencedor Empowerment - Carta da Terra (Mirian Vilela) | Miriam Leitão (jornalista);

- indicado Empowerment - Vitae Civilis (Marcelo Cardoso);

- e-brigader nacional - Benki Piyãko | Marcos Palmeira (ator);

- e-brigader internacional - Maurice Strong | Oskar Metsavaht (diretor de criação da Osklen e fundador e presidente do Instituto-E